OS ABUTRES VERMELHOS - Parte 1


QUANDO FALAMOS EM ABUTRES VERMELHOS, pensamos logo se tratar de uma gangue de motoqueiros ou algo do tipo, na verdade até podemos chamar de gangue, mas acredito que a terminologia correta seria quadrilha, ou ainda mais atual, organização criminosa.

Essa espécie de "ave de rapina" já foi rara , mas hoje em dia tem se tornado comum no Maranhão, aqui em Imperatriz eles aparecem de 2 em 2 anos. Tempos atrás destruíram a cidade, mas o tempo passa e a população esquece e eles aparecem novamente, loucos para colocar as mãos no bem público de Imperatriz.

Essa espécie de Abutre tem uma fome bem peculiar, se alimenta principalmente do PODER E DO DINHEIRO PÚBLICO, muitas vezes se veste de SALVADOR DA PÁTRIA, para enganar a população, causando grande estrago,.

Sua ganância pelo poder e pelo dinheiro público é tão grande que eles não medem esforços para PERSEGUIR E DENEGRIR as espécies adversárias, não que elas sejam melhores, mas a verdade é que elas são implacáveis, covardes e baixas, capazes de qualquer coisa para alcançarem seus objetivos, até matar! Mas no final quem mais sofre é a população com OBRAS INACABADAS E MAL FEITAS.

Recentemente Imperatriz recebeu uma avenida que contraria a engenharia de trânsito e o próprio código nacional de trânsito, aonde blocos de meio fio foram improvisados para separar ciclistas e veículos, sem sequer serem chumbados no chão, não oferecendo o mínimo de segurança para ambos.

Criaram cinicamente a ILHA para pegar ônibus, uma ilha é um monte de terra cercada por água, a ilha dos ABUTRES VERMEHOS é uma uma parada de ônibus inventada por um GAMBIARREIRO VERMELHO, espécie de engenheiro normalmente utilizado pelos abutres em obras públicas que RE-INVENTA a engenharia e nunca dá certo, o resultado é uma OBSTRUÇÃO no meio de uma avenida, um ABORTO DA ENGENHARIA que com muita cara de pau, chamaram de ILHA.

AGUARDEM MAIS MATÉRIAS DETALHADAS SOBRE AS PERIPÉCIAS DOS ABUTRES VERMELHOS EM IMPERATRIZ!