ZÉ PEQUENO AMEAÇA DE MORTE CIDADÃO QUE NÃO QUER VOTAR NELE


É do conhecimento de todos que DAVINÓPOLIS tem um histórico de violência na política, aonde muitas vidas já foram tiradas por disputa de poder. Recentemente o vice-prefeito matou o prefeito para assumir a Prefeitura.

E hoje Zé Pequeno pré candidato a prefeito ameaça de morte morador que se recusa a votar nele, ouça o áudio abaixo:

aaaaac.ogg No áudio que circula nos grupos de whatsapp Gilberto diz que se aparecer morto o culpado seria Zé Pequeno.

Infelizmente a Barbarie continua sendo a forma de fazer política em Davinópolis, no dia de hoje o pré-candidato a prefeito José Gonçalves Lima mais conhecido como ZÉ PEQUENO, acompanhado de CAPANGAS cercou o cidadão GILBERTO RAIMUNDO CASTRO PARA AMEAÇÁ-LO DE MORTE, porque o mesmo estaria dizendo em Davinópolis que jamais apoiaria ZÉ PEQUENO porque o mesmo não mora em Davinópolis, que só parece por lá em tempos de política.

Zé Pequeno acumula acusações por vários crimes, ao longo de sua trajetória política, dizem inclusive que recentemente foi preso, a verdade que processos existem mas correm em sigilo de justiça e muitos questionam a origem de seu dinheiro, alegando que o mesmo usa empresas de fachada para seus negócios ilícitos. Verdade ou Mentira não sabemos e cabe a polícia investigar, o que não podemos mais admitir é que a política volte a ser feita na base da violência, com intimidações e assassinatos, Davinópolis não aceita mais este tipo de política, a sociedade repudia atos como esse, afinal, se um cidadão que se vale de CAPANGAS E ARMAS para intimidar quem não vota nele, imagina o que faria aos que criticassem seu governo?

No Estado de Direito, num país DEMOCRÁTICO atitudes como a de ZÉ PEQUENO são inadimissíveis, intimidar cidadãos de bem só porque eles se recusam a votar e apoiar seu projeto político é uma VERGONHA, além de CRIMINOSO, esperamos que as autoridades tomem as devidas providenciais e que o caso seja totalmente APURADO e os envolvidos caso provado a culpa sejam exemplarmente PUNIDOS, para que jamais se repitam atos de violência como vem acontecendo em Davinópolis.